Imagens Para Orkut

Narciso e Eco

"Uma ninfa bela e graciosa tão jovem quanto Narciso,chamada Eco e que amava o rapaz em vão. A beleza de Narciso era tão incomparável que ele pensava que era semelhante a um deus, comparável à beleza de Dionísio e Apolo. Como resultado disso, Narciso rejeitou a afeição de Eco até que esta, desesperada, definhou, deixando apenas um sussurro débil e melancólico. Para dar uma lição ao rapaz frívolo, a deusa Némesis condenou Narciso a apaixonar-se pelo seu próprio reflexo na lagoa de Eco. Encantado pela sua própriabeleza, Narciso deitou-se no banco do rio e definhou, olhando-se na água e se embelezando. As ninfas construíram-lhe uma pira, mas quando foram buscar o corpo, apenas encontraram uma flor no seu lugar: o narciso. “







Por : Lázaro Freire


Vivemos um grande "neo-narcisismo pós-hedonista".



O antigo culto ao corpo implicava, pelo menos, melhorar o que se tem. Agora, o próprio corpo tornou-se um produto a ser adquirido - cabelos, seios, cinturas - para ingressarmos no mercado do "amor". Nele, bons investidores conseguem adoração, independência financeira ou substituto de auto-estima até a próxima estação de neo-prostituição. Se o amor é mercado, preciso ser bem de consumo, moeda de troca, e a embalagem é fundamental.
Fico imaginando como serão os cemitérios do futuro. Precisarão ter caixinhas de restos mortais maiores, para acomodar as bolsinhas de silicone da bunda e peitos da titia que "desencascou".
Ainda bem que silicone é inflamável: Com um pouco de fogos de artifício, poderemos vir a ter rituais pirotécnicos nas futuras cremações. Mas isso se houver família para administrar restos mortais.



10 de julho de 2010

AUTO-ESTIMA X AUTO-CONFIANÇA da ARROGÂNCIA

http://3.bp.blogspot.com/_C4kORIBiLnY/SvITUiIoTwI/AAAAAAAADn4/WUQbOZsLVpI/s400/narcisismo.jpg

 Por Layr Malta



“SENHORES PASSAGEIROS COLOQUEM A POLTRONA NA VERTICAL E APERTEM OS CINTOS, PORQUE VAMOS PASSAR POR ZONA DE TURBULÊNCIA”.


Esta turbulência vem acometendo a grande maioria daqueles que detém cargos de chefia e desconhece na maior parte do tempo os CONCEITOS DE LIDERANÇA. É verdade que a pessoa que mais carece de reconhecimento, elogios, é o chefe, mas como manter este estado de engrandecimento o tempo todo e ter satisfação no que fazemos se na difícil arte da convivência estes detentores do poder nos desconfortam com suas cruéis críticas?

Nos auto-valorizar, nos amar, ter cuidados necessários com nossa pessoa faz parte da AUTO ESTIMA e ninguém pode dar o que não tem. Como poderíamos convencer alguém de algum conceito de sucesso se nos desprezamos com palavras, atitudes, cuidados na aparência, etc.?


http://3.bp.blogspot.com/_MaAg7Y5GVPw/Rn_C0k5bOJI/AAAAAAAAAGM/EtNVL6ZtaZY/s400/arrogance.jpgPrecisamos de alguns cuidados quando investimos nos conceitos de AUTO-ESTIMA, tendo a consciência que a linha que divide esta importante percepção, do NARCISISMO, é imperceptível. Da mesma forma que identificar a linha que divide a AUTO-CONFIANÇA da ARROGÂNCIA fica muito difícil.


A turbulência vem da dificuldade de relacionamento que o executivo adquire ao exacerbar o que chama de AUTO-ESTIMA e não percebe que o exagero o extremou levando-o ao NARCISISMO que pode ser patológico , nascendo daí uma rejeição ao seu comportamento, que o destrói.


“Segundo pesquisas recentes, indivíduos com auto-estima elevada tendem a apresentar relações afetivas inadequadas. São pessoas egoístas, manipuladoras, com desejo de poder. Apesar de parecerem atraentes inicialmente, procuram na verdade uma relação de dominação em vez prazer. São indivíduos que até podem ser atraentes, mas você só nota os aspectos negativos de sua personalidade posteriormente. Parece impossível que sejam capazes de TRAIR uma relação, mas eles podem agir dessa forma” Carreira & Sucesso –


O Journal of Personality and Social Psychology, num trabalho publicado em agosto/2002, sobre indivíduos com inclinação narcisista, revelou que são pessoas com aversão à dependência do parceiro, mostrando-se INESCRUPULOSOS E MENTIROSOS procurando manter uma relação de poder e autonomia.


Estatísticas mostram que grande maioria dos excutivos dispensados de grandes corporações, são pessoas com alto grau de conhecimento mas não são esclarecidos que o motivo maior da dispensa está na sua dificuldade de relacionamento. Saem em busca de outra colocação sempre agregando alguma coisa nova ao rico CURRICULUM, e inflando o seu ego cada vez mais, reforçando o seu NARCISISMO.


Pessoas que assim comportam apresentam algumas características que chamam a atenção;


1. Detém sentimentos de grandiosidade, ou de auto importância, usam sempre a primeira pessoa do singular e geralmente no exagero de seus feitos, nem sempre verdadeiros.
2. Tem obsessão por fantasias de sucesso ilimitado; buscam fama, poder ou onipotência.
3. Se consideram ÚNICOS, ESPECIAIS; Precisam estar sempre junto de pessoas de status social elevado.
4. Precisam de admiração excessiva; buscam adulação, atenção e afirmação. Não obtendo isso buscam causar medo e assim serem notados.
5. Sentem-se especialmente designados; Não aceitam discordância, vivem na expectativa de que merecem tratamento especial e que tem sempre prioridade.
6. São exploradores em suas relações; Usam os demais para alcançarem seus objetivos nas relações interpessoais.
7. Sofrem de completa falta de empatia; São incapazes de se identificar com as pessoas à sua volta, porque não se importam com o que eles sentem.
8. São invejosos; Acreditam que os outros tem o mesmo sentimento em relação a eles. Desconfiam de tudo.
9. São arrogantes. Orgulhosos e tem atitudes raivosas quando são frustrados, contrariados ou confrontados.







Layr Malta, sócio da Leader Training, é graduado em Ciências Contábeis, com 15 anos de experiência no sistema bancário.Tem formação em Programação Neuro-linguística.


Fonte:  http://www.planetanews.com/news/2004/10257

Nenhum comentário:

Pesquisar este blog